domingo, 8 de novembro de 2009

Vendo a Fashion TV...

Estava vendo agorinha a Fashion TV e descobri um estilista muito bacana, Jonathan Saunders, muito minimalista e criativo. Sua moda é um tanto andrógena, vale a pena ficar de olho. Um look da coleção Primavera/Verão 2010 que eu simplesmente amei:

Me lembrou um pouco de um vestido do Phillip Lim, da marca 3.1. Phillip Lim da coleção Primavera/Verão 2009 (não muito parecido, mas me lembrou o estilo):


Fotos: style.com

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

De volta à ativa

Muito aconteceu nesse tempo que estive ausente do blog, 2 anos de muita vivência e aprendizado, em todos os aspectos da minha vida, e é claro, também em relação à moda. Em janeiro desse ano, tive a maravilhosa oportunidade de começar a viagem da minha vida: 6 meses na Europa. Pois é, algo que eu nunca poderia ter imaginado que iria acontecer comigo, mas aconteceu, e foi incrivelmente melhor do que eu esperava. Assim, agradeço a todos que me ajudaram a proporcionar essa viagem incrível (amo vocês).
Nessa viagem, conheci muitos países e pude analisar e avaliar a moda de cada região que visitei. Como os europeus são estilosos!! E sem medo de se expressar através da roupa. Quando os franceses eram extremamente elegantes, os ingleses eram super irreverentes. Quando os italianos eram puro luxo, os espanhóis eram só boemia... me encantei com as roupas, e claro, com as lojas... AI AS LOJAS! Acho que é o que sinto mais falta!! Não!! Isso é mentira, mas sim, eu sinto falta delas. E o grande barato, realmente eram as "big stores", as lojas de departamento, como Zara, H&M e Topshop. Essa última não tive muito tempo para apreciá-la, pois estive em Londres por poucos dias e não a encontrei em outras capitais.

Coleção de Matthew Williamson para H&M

Fui à H&M em Roma, atrás da coleção do Matthew Williamson, mas não gostei tanto assim... era uma coleção super colorida de verão, estrelada pela top Daria Werbowy, e com inspiração mexicana. Quando cheguei a loja, havia pouquíssimas roupas e as que encontrei ou não eram interessantes ou de um tamanho super maior que o meu, além de não vestirem bem. Mas mesmo assim não me chateei, afinal, estaria poupando dinheiro, e comprei uma blusa super estilo ''a la italiana'' listrada de branco e laranja. Essa H&M ficava bem perto da famosa via del Corso (bem em frente aos degraus espanhóis), onde encontrei a Gucci, Valentino, Missoni e todas as melhores lojas de grife. Entrei na maioria delas, sem me importar que estava inapropriadamente vestida (saia jeans, t-shirt e Havaianas, look super simples pois fazia muito calor e eu andaria, e andei, o dia inteiro) e amei. Toquei nas melhores roupas e senti os luxuosos tecidos com "água na boca". Mas esse papo de luxo não vem ao caso no momento.

Via del Corso - Roma

Agora, falarei da Zara... o amor da minha vida, a minha segunda casa! Como fiquei 5 meses na Espanha, na província de Pontevedra, pude estar no local exato do nascimento da loja, e desfrutar de todos os seus...encantamentos, e passei altas tardes por lá! Aquilo é a meca da moda, todas as tendências estão concentradas na loja e para todos os gostos e estilos. Um dia eu podia estar comprando roupas para férias na Grécia, e outro para um show de rock. Eu enlouquecia entrando lá, e todos os dias checava para ver se havia alguma novidade, o que tinha chegado de mais novo. Gastei praticamente todo o meu dinheiro em roupas da Zara! E nas outras lojas da firma: Bershka, Stradivarius (ambas de moda jovem) e Oysho (moda íntima). O paraíso para uma carioca louca por moda e sem muito dinheiro. Ah! Mas não pensem na Zara brasileira não, pois é total e completamente diferente! Lá é super mais barato (mesmo convertendo o euro para o real) e muito mais diversificada e estilosa. Não posso esquecer da minha querida Women' Secret. Ai! Descobri a glória da roupa íntima nessa loja, e posso dizer para vocês que minha vida agora se divide em duas fases: Olimpia antes da Women' Secret, e Olimpia depois da Women' Secret!! Os melhores sutiãs!! Não tão baratos, mas como eu sou louca, fiz esse sacrifício para meu bem pessoal.
Nessa viagem eu respirava moda 24 horas por dia. Comprava mensalmente todas as melhores revistas, Vogue, Glamour e Woman e tinha overdose diária de novas tendências, must-haves e dicas de beleza. Li o livro "Os delírios de consumo de Becky Bloom" em inglês e me apaixonei ainda mais pelo mundo das compras, me identificando com a protagonista, porque eu estava passando por uma super fase ''shopaholic''. Aprendi demais e comecei a ter um olhar mais crítico e uma "tolerância" muito maior. Abri meus olhos e percebi que a moda não é aquela coisa fechada nas tendências da temporada, mas sim um modo de se expressar, um modo de comportamento. Eu não preciso vestir exatamente o que está nas revistas, posso criar um estilo próprio. Isso que me encanta na moda... é como arte, é fantasia, é o seu humor de manhã, é a vida, as cores, os acontecimentos, tudo a sua volta! Ela está relacionada com tudo, mesmo em lugares onde o conceito "estilo" não é impregnado no cotidiano da sociedade. Moda está na rua, na vida. Por isso que eu quero trabalhar com ela pelo resto da minha vida. É legal ter essa certeza!
Então é isso!! Estou de volta ao blog, e super feliz por sinal.


Sites: - www.zara.com
- www.hm.com
- www.womensecret.com/
- www.bershka.com/
- www.e-stradivarius.com/

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Por cima de tudo

Os cintos não saem das passarelas.

Desde o seu retorno, não deixou de se sobressair marcando cinturas de vestidos. Mas em plena semana de moda, vimos que ele está sendo estruturado de outra maneira.
Christopher Bailey, estilista da Burberry Prorsum, desfilou lindos vestidos, acompanhados por cardigãs, e... cintos. Sim, agora o novo lugar do cinto é por cima do casaco. Não só a Burberry (foto 2) apostou nessa nova estrutura, mas também a Proenza Schouler (foto 1) e J. Mendel (foto 3).
Aposto que você nunca imaginou em colocar o cinto por cima do casaco meio grande da sua mãe. Eu prefiro os do meu avô, e uso eles seja com vestido ou calça, e cintos marcando bem a cintura. Vale cintos bem largos ou finos, isso é sua escolha.

Ficou em dúvida? Não custa tentar. Mas se não gostou continue apostando neles. Digo nos cintos, por cima de vestidos ou blusas, marcando a cintura é claro. Assim a figura do corpo fica muito mais bonita e feminina.

DICA DE HOJE: não se esqueça dos seus cintos, use-os sempre, por cima de vestidos ou, quem sabe, de casacos.

Sou apaixonada por esse look! Kate Bosworth usa muito bem o cinto marcando a cintura.

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Wayfarers

Nada mais de óculos supersize. Agora o hit da temporada é o modelo Wayfarer. Original da marca Ray-ban, os óculos foram super moda na década de 80, e estão de volta.
Parece que todos estão usando. Minha mãe tinha um, só que quebrou... ainda morro de tristeza por isso! hahaha
Não irá faltar muito para que venham para o Brasil. Anote, um super trend. Vale a pena procurar em brechós, armários, e lojas vintages.

Celebridades como Kate Moss, seu namorado o astro de rock, Sienna Miller e Lindsay Lohan (fotos) são alguns dos muitos adeptos do Wayfarer.

quarta-feira, 18 de julho de 2007

O jogo do cabelo


Vou fugir um pouco do meu padrão aqui do blog, e falar sobre as novas sensações do mundo fashion, os ENFEITES PARA CABELO. Com certeza vocês já devem ter visto muitos com o famoso turbante da Prada, que foi desfilado na última coleção de Primavera/Verão. Eu particularmente o acho horrendo, ainda mais quando as pessoas o usam de maneira errada. Sim, existe uma maneira certa de usar um turbante. Mas esse não é o meu ponto.
Por décadas, e séculos, os chapéus foram muito usados por homens e mulheres. A cada época sendo ainda mais aperfeiçoado. Depois da década de 1980 essa mania quase se extinguiu. Tentando trazer de volta a mania dos chapéus, os estilistas vêm lutando em vão, mas o street style parece não querê-lo mais em seu cotidiano.
Sinceramente eu amo chapéus. E quem não amou aqueles da coleção Resort da Chanel? Com abão e tudo que tem direito, muito a la Sonia Rykiel?Mas como a alma do negócio é agradar o grande público, os estilistas apelaram para um novo meio. Os enfeites de cabelo. São eles muito variados, esportivos ou muito chiques. Sonia Rykiel, em sua coleção passada de Primavera/Verão, abusou deles, colocando-os cheio de brilho e charme. Cada um mais lindo que o outro. Chanel apelou para os grandes e lindos laços negros, que cada modelo usava em seu penteado. Miuccia Prada, desencarnou a moda do turbante e criou peças chamativas e de cores estonteantes para enlouquecer seus compradores.
Marc Jacobs, em coleções para suas grifes, Marc Jacobs e Louis Vuitton (uma coleção magnífica aos meus olhos, doce e totalmente feminina, com uma delicadeza incomparável) e Christopher Bailey, estilista da grife Burberry (as faixas de cabelo), foram outros que aderiram a essa moda.

DICA DE HOJE: Não tenha medo de usar os enfeites de cabelo. Como eu sempre digo, por que não ser uma das primeiras a usar essa moda por aqui? O rabo de cavalo alto é ótimo para ajudar no uso dos enfeites, e dá um ar muito chique. Se você não quer abusar muito, procure nas coisas da sua mãe e use pequenos detalhes com brilho, e prenda o cabelo de maneira sofisticada e diferente, para dar um charme. Vale também usar flores como enfeite (bem como no desfile da grife Louis Vuitton), mas no máximo 2 ou 3 flores, dependendo do tamanho. Posso CONFIRMAR que é muito mais chique, atraente e bonito do que um cabelo lambido no rosto.
O meu preferido, do desfile da Sonia Rykiel (daria tudo por um desse!)
Visto na Teen Vogue (inspiração: desfile Marc Jacobs)
Outro editorial da Teen Vogue (inspiração: Sonia Rikyel e Louis Vuitton)
Na vida real, a menina se inspirou nas coleções.

segunda-feira, 16 de julho de 2007

A onda da transparência

Nada disso que acabou de pensar. Estou falando mesmo é das novas it-bags que viraram sensação pelo mundo fashion. O grande Karl Lagerfeld, da Chanel, fez uma série delas, cada um mais linda do que a outra, para atender a todos os tipos de clientes. Mas a onda não é só nas bolsas não. Quem não conhece a famosa plataforma Chanel, que estava no pé de cada modelo que desfilou na coleção passada de primavera/verão?
Bom, se nunca viu, está na hora de reparar nos detalhes. Mas o nosso assunto principal, o hit da temporada, a bolsa 'nua' digamos assim. Nada de esconder o mundo dentro da sua bolsa, porque estamos falando aqui de invasão de privacidade. Mas posso dizer que é super cool. E prática! Ficar horas procurando o celular dentro da bolsa? Ou o batom que você jogou ao sair de casa? Não mais querida!
Aí estão as fotos de algumas das bolsas Chanel (e da plataforma):


A que eu mais gosto é a grandona, toda de matelassê. Perfeita para carregar tudo, principalmente se for praticar algum esporte.
Mas não pense que só a Chanel fez isso não. Outras grifes e estilistas, seguindo o passo da grande marca, fizeram as suas plataformas e bolsas, como a outra famosa marca de bolsas e sapatos COACH, BE & D FOR RUFFIAN ...

DICA DE HOJE: Não fique pensando que essa moda não é para nós! Claro que é! Podemos usa-la e muito bem por aqui, afinal o país tropical e a transparência combinam muito bem. O negócio é improvisar mesmo. Vale ir ao camelô e comprar as bolsas de plástico, na 25 de março, no Saara... O negócio é procurar as bolsas e fazer delas um super acessório. Dentro delas, abuse na cor dos acessórios, como I-pods coloridos, caixinhas multicoloridas de maquiagens e chaveiros super legais!

domingo, 15 de julho de 2007

Novo endereço

Ótimo! Finalmente consegui acabar com essas postagens antigas, e agora posso estreiar de vez o novo endereço do FASHION FABULOUS, agora chamado de THE FASHION FABULOUS. Espero que consiga postar frequentemente para trazer mais moda para esse Brasil e para a mente de todos. Espero também que continuem comentando como sempre fizeram e me apoiando.
Beijos

OLIMPIA LIBERTI